Nossos estudantes: conheça a história do Augusto

Augusto Loubach formou-se em Direito e fez um agradecimento especial à maior rede de estudos do Brasil. E nós, claro, precisamos agradecer esse carinho.

O sonho de formar-se em Direito era antigo. A conquista, atual. 

Neste mês, Augusto Loubach, de 34 anos, finalmente celebrou o tão desejado diploma em sua colação de grau. Bacharel pela Universidade Estácio de Sá, o estudante comemorou a conquista nas redes sociais e homenageou um companheiro pra lá de conhecido: o Passei Direto (sim, nós mesmos \o/), maior rede de estudos do Brasil. 

Olha que legal a homenagem que o Augusto fez para a gente em seu story do Instagram.

Mas, antes de realizar esse sonho, Augusto explorou uma área bem distinta: fez automação industrial e mecânica. Em 2015, chegou a estagiar em uma empresa multinacional, mas perdeu o trabalho devido à crise econômica. Foi nesse período que, inspirado na esposa que estava cursando enfermagem pelo FIES, decidiu investir no sonho e iniciou o curso de Direito.

O começo da jornada acadêmica não foi nada fácil: o estudante conta que o seu ensino básico, realizado em uma escola pública, não pedia muito a prática da leitura. Então essa foi sua maior dificuldade. Ele se perdia nas extensas e exigentes leituras jurídicas, ficando cansado e sonolento muito rapidamente.

Foi nesse contexto que conheceu o Passei Direto por meio de um amigo, que disse: “Vou te indicar algo que vai melhorar muito a sua vida”. Augusto conta que a rede foi um meio complementar ao estudos, bastante importante para consolidar seus conhecimentos:

“O Passei Direto me ajudou muito com simulados, mapas mentais e livros. Era uma ótima ferramenta pra quando eu não entendia bem o que o professor dizia (risos). Vocês foram essenciais para a minha aprovação, pois antes de conhecer a rede eu tinha dificuldade com o estilo das provas, não conseguia me organizar”, afirma.

Mas Augusto não teria ido tão longe se não fosse o seu próprio mérito. Com uma rotina super puxada (ele saía de casa às 6h e só retornava às 23h), o estudante arranjou uma forma pra lá de colaborativa de se organizar: ajudando outros estudantes.

Ele compartilhou diversos conteúdos de estudo no Passei Direto, atingindo a marca de 4 mil pontos devido às interações com os materiais e ganhou acesso Premium pela conquista. O que o motivou a compartilhar conhecimento? A resposta foi bastante espirituosa: a gratidão.

“É aquilo, né. É a gratidão. Muito material eu consegui lá graças a outros estudantes, então quando eu terminava de estudar era um compromisso lançar na rede o que aprendi. Também sempre pedia para as pessoas interagirem, pois achava isso importante pra continuar ajudando. Queria saber o que estava dando certo”, explica.

Nós retribuímos a homenagem com uma cartinha escrita a mão e mimos para celebrar a conquista, o que surpreendeu o estudante: “Nossa, não esperava mesmo. Vocês são demais, sério!”, agradeceu.

Os mimos recebidos pelo Augusto.


E o que ele diria para alguém que também quer conquistar um diploma?

“Mantenha o foco, porque não vai ser fácil. Mas use o Passei Direto na sua trajetória que assim vai dar tudo certo”, aconselha.

Agora, Augusto pretende fazer pós-graduação em direito penal e constitucional para, depois, tentar concurso público. E disse que vai continuar contando com a gente nessa trajetória :)